25-07-2017

Extinção humana?

O artigo foi publicado na revista científica Human Reproduction Update (veja a íntegra): a espécie humana poderá ser extinta, caso se os níveis de espermatozoides entre a população masculina continuar caindo como vem acontecendo nas últimas décadas.

A conclusão foi tirada por um grupo de sete especialistas de diversas universidades do mundo, liderado por Hagai Levine, da Universidade Hebraica de Jerusalém, após analisar resultados de 185 estudos diferentes promovidos na América do Norte, Europa, Austrália e Nova Zelândia, que indicavam que a contagem de espermatozoides nessas regiões caiu pela metade, nos últimos 40 anos.

Causas
Segundo o grupo, entre as prováveis causas do fenômeno figuram a obesidade e o hábito de fumar em excesso.

Levine argumenta que “se não mudarmos a forma como estamos vivendo, a maneira como nos relacionamos com o ambiente e os produtos químicos aos quais estamos expostos, eventualmente podemos ter um grande problema relativo à nossa reprodução, que pode levar ao fim da espécie”.

Apesar de elogiarem a qualidade do trabalho, há representantes da Ciência céticos em relação a tais resultados, considerando-os “alarmistas e prematuros”, já que não foram mensurados os níveis de espermatozoides na América do Sul, Ásia e África.

Na opinião de Allan Pacey, da Universidade de Sheffield, Reino Unido, “o debate ainda não está concluído e há muito trabalho para ser feito”. Porém crê que o novo estudo é um avanço, no sentido de lidar mais claramente com os dados e trazer à tona a questão.

Fonte: BBC Brasil 


Esta página teve 259 acessos.

(11) 5908-5647
cbio@cremesp.org.br
Twitter twitter.com/CBioetica

Sub-sede: Rua Domingos de Moraes, 1810 - Vila Mariana - São Paulo/SP - 04010-200

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO - (11) 5908-5600 das 8h às 20h

HORÁRIO DE EXPEDIENTE - das 9h às 18h