29-03-2007

O ministro e o aborto

“Isso é, antes de mais nada, uma questão de saúde pública, porque milhares de mulheres morrem todos os anos submetendo-se a abortos inseguros”, resumiu o novo ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

A declaração aconteceu no último dia 28, pouco antes de seu encontro com Sérgio Cabral – governador do Rio de Janeiro, também defensor da prática.

Na opinião de Temporão, trata-se de uma questão polêmica, que envolve aspectos morais, religiosos, psicológicos, mas “que diz respeito, fundamentalmente, à política de saúde”. Por isso, reafirmou seu desejo pela realização de plebiscito, “que já está sendo amadurecida dentro do governo”.

Na mesma linha progressista, o ministro defende ainda a ampliação da licença maternidade de quatro para seis meses.

Fonte: ultimosegundo.com

Veja ainda:
Plebiscito sobre aborto… (22-03-2007)


Esta página teve 692 acessos.

(11) 4349-9983
cbio@cremesp.org.br
Twitter twitter.com/CBioetica

Rua Frei Caneca, 1282 - Consolação - São Paulo/SP - CEP: 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO - (11) 4349-9900 das 9h às 20h

HORÁRIO DE EXPEDIENTE - das 9h às 18h