07-04-2019

Só uma taça? 

Uma taça diária de vinho faz bem à saúde, correto? 

Nem sempre, conforme apontou grupo de pesquisadores britânicos e chineses em artigo publicado na revista científica Lancet

Cerca de 500 mil adultos chineses foram acompanhados durante dez anos pela equipe, que destaca que a ingestão moderada de álcool – mesmo em quantidade moderada – pode aumentar a pressão arterial e o risco de acidente vascular cerebral. Diga-se de passagem, trata-se de a doença que mais mata no Brasil e que mais causa incapacidade em todo o mundo. 

Riscos de derrame 

Ligados à Universidade de Oxford, à Universidade de Pequim, e à Academia de Ciências Médicas da China, os pesquisadores encontraram que uma ou duas doses por dia aumentaria o risco de derrame entre 10% e 15%, percentual que pularia para cerca de 35% com o consumo de quatro doses diárias.

Vale lembrar que “uma dose” é definida como uma taça de vinho ou uma garrafa de cerveja ou uma medida padrão de destilado.

O estudo, aliás, não encontrou indícios de que a ingestão de bebidas, ainda que de forma reduzida, tivesse uma espécie de efeito “protetor”. Como explica Richard Peto, um dos autores do estudo e professor de estatísticas médicas e epidemiologia na Universidade de Oxford, as alegações de que o “vinho e a cerveja têm efeitos protetores mágicos não se sustentam”.

A análise se concentrou no país asiático onde um percentual significativo da população apresenta variantes genéticas que limitam sua tolerância ao álcool.

Dado que sua composição genética tem grande efeito sobre o consumo de bebidas, mas não sobre outras variáveis, como a dieta e o consumo de tabaco, ela pode ser usada pelos cientistas como parâmetro para determinar as consequências da ingestão de álcool.

Os pesquisadores ressaltam que, ao comparar os resultados dos testes realizados entre chineses que consomem álcool e aqueles que são abstêmios de acordo com seu perfil genético, conseguiram estabelecer de forma mais precisa os efeitos diretos do álcool sobre o risco de ocorrência um acidente vascular cerebral.

Fonte: BBC Brasil 
 


Esta página teve 162 acessos.

(11) 4349-9983
cbio@cremesp.org.br
Twitter twitter.com/CBioetica

Rua Frei Caneca, 1282 - Consolação - São Paulo/SP - CEP: 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO - (11) 4349-9900 das 9h às 20h

HORÁRIO DE EXPEDIENTE - das 9h às 18h