06-06-2008

II Congresso de Bioética - COBIRP 2008

Confirma a vocação de Ribeirão Preto à reflexão sobre temas incluídos neste campo

A II Edição do Congresso de Bioética de Ribeirão Preto (Cobirp), realizada entre os dias 29 e 31 de maio, confirmou a cidade do Interior paulista como pólo de reflexões sobre assuntos que incluem Terminalidade da Vida; Alocação de Recursos em Saúde Pública; e Responsabilidades Éticas na Alimentação, entre outros

Organizado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) e Departamento de Bioética e História da Medicina do Centro Médico de Ribeirão Preto (Regional APM), com apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM); Sociedade Brasileira de Bioética (SBB, Regional São Paulo); Núcleo de Bioética das Faculdades COC, e Sindicato dos  Médicos do Estado de São Paulo (Simesp), o encontro contou com uma expressiva participação: mais de 200 pessoas entre especialistas, docentes, profissionais de várias áreas do conhecimento e estudantes estiveram presentes ao anfiteatro das Faculdades COC.

Os trabalhos foram abertos presidente do Cremesp, Henrique Carlos Gonçalves, que afirmou seu prazer “participar da organização deste evento, que já faz parte do calendário do Cremesp”. Segundo o presidente, é “extremamente dignificante observar médicos e demais cidadãos discutindo questões de ordem bioética, o que denota o compromisso social da Medicina. Trata-se da Ética e da Medicina caminhando juntas”.

Ao final do encontro, foi redigida a “Carta de Ribeirão”, com os principais debates e reivindicações dos presentes.

Algumas frases dos palestrantes

“A Medicina tem um grande poder de interferir na vida humana, mas chega o momento trágico do encontro com os limites humanos.(...) O fim da morte corporal, infelizmente, é um ‘decreto’ que ainda não pode ser assinado”. Léo Pessini, durante palestra Considerações Bioética sobre a Terminalidade da Vida

“Todos nós, médicos e gestores, dizemos que queremos ser justos quanto à priorização de recursos em saúde. Só que, em nossa sociedade contemporânea, não temos a mesma visão do que é ser ‘justo’. É aí que entra a Ética, cujo objetivo precípuo é estabelecer um bom e justo convívio social”. Paulo Fortes, durante palestra Alocação de Recursos em Saúde

“É antiético que os meios de comunicação divulguem e façam propaganda de alimentos ou outras substâncias que prejudiquem a saúde”. Isac Jorge Filho, organizador do Congresso, durante Mesa Redonda As Responsabilidades Éticas na Alimentação

“A relação médico/paciente se estrutura na confidencialidade, mas em uma confidencialidade ética. É importante dizer que existe uma confidencialidade não-ética”, Reinaldo Ayer de Oliveira, durante mesa-redonda A Bioética e o Direito

 


Esta página teve 608 acessos.

(11) 5908-5647
cbio@cremesp.org.br
Twitter twitter.com/CBioetica

Rua Luís Coelho, 26 - Consolação - São Paulo/SP - CEP: 01309-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO - (11) 5908-5600 das 8h às 20h

HORÁRIO DE EXPEDIENTE - das 9h às 18h