Cuidados Paliativos

Casa cheia,palestras com excelentenvel.

Os ideais das organizaes de todos os eventos cientficos que se prezem foram alcanados durante Simpsio Internacional sobre Cuidados Paliativos rea que comea a ser valorizada por profissionais de Sade, em especial, aqueles que lidam com doenas graves e sem possibilidade de cura realizado no dia 14 de novembro pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de So Paulo/Cremesp, com o apoio da Academia Nacional de Cuidados Paliativos.

O simpsio foi aberto oficialmente pelo conselheiro Renato Azevedo Jnior, primeiro secretrio da Entidade, que representou seu presidente, Henrique Carlos Gonalves. Em suas palavras de abertura, Azevedo enfatizou o orgulho do Cremesp em apoiar iniciativas em Cuidados Paliativos e esclareceu queest sendo finalizado um livro sobre o tema, organizado pelo conselheiro Reinaldo Ayer de Oliveira, coordenador da Cmara Tcnica Interdisciplinar de Biotica.

O evento contou com a presena de dois convidados estrangeiros:Isabel Galria Neto, especialista em cuidados paliativos e professora na Faculdade de Medicina de Lisboa, proferiu a conferncia "Polticas Pblicas em Cuidados Paliativos". Gustavo De Simone, da Associao Pallium, em Buenos Aires, Argentina, abordou "Educao em cuidados Paliativos: Um grande desafio".

Mesas redondas
Tiveram espao, ainda, duas mesas redondas. A primeira,Definindo os Papis, foi presidida pela oncologista Dalva Yukie Matsumoto, Coordenadora do Servio de Assistncia Domiciliria e da Hospedaria de Cuidados Paliativos do Hospital do Servidor Pblico Municipal de So Paulo. Participaram o geriatra Toshio Chiba, Coordenador Geral do Ambulatrio de Cuidados Paliativos da Clnica Mdica do HC/Fmusp, explicando Quem o paciente em Cuidados Paliativos?; a sanitarista Maria Goretti Sales Maciel, presidente da Academia Nacional de Cuidados Paliativos, abordando Quem o paliativista?; e a geriatra Ana Arantes,Coordenadora do Grupo de Estudos da Dor e Cuidados Paliativos do Hospital Israelita Albert Einstein, que explicou O que faz o paliativista?

A segunda mesa-redonda, Um novo paradigma na assistncia sade foi presidida pela fisioterapeuta Celisa Sera, docente do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da USP. Participaram a assistente social Letcia Andrade, Servio de Clnica Mdica Geral, Ambulatrio de Cuidados Paliativos e NADI, do HC/Fmusp, falando sobre Famlia: uma nova forma de relao; o cardiologista e bioeticista RicardoTavares de Carvalho, mdico da Unidade de Terapia Intensiva do Instituto do Corao INCOR - HC/Fmusp, que destacou a tica e a Legislao: O que respalda a prtica dos Cuidados Paliativos no Brasil; e a psicloga Maria Jlia Kvacs, Coordenadora do Laboratrio de Estudos sobre a Morte do Instituto de Psicologia da USP, que focalizou A morte como parte integrante da vida

Local: Hotel Matsubara, rua Coronel Oscar Porto, 836, So Paulo.

Em breve, o site do Centro de Biotica trar mais detalhes sobre este evento e a respeito do lanamento, em abril,do livro CUIDADOS PALIATIVOS, do Grupo de Trabalhoem Cuidados Paliativos, centralizado no Cremesp.


Esta pgina teve 1679 acessos.

(11) 4349-9983
cbio@cremesp.org.br
Twitter twitter.com/CBioetica

Rua Frei Caneca, 1282 - Consolao - So Paulo/SP - CEP: 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO - (11) 4349-9900 das 9h às 20h

HORÁRIO DE EXPEDIENTE - das 9h às 18h