18-05-2005

Marco Segre

L'Europa permette la ricerca sulle cellulle staminali embrionali: in Itália come va il progetto nazionale cellule staminali (A Europa permite a pesquisa sobre células estaminais embrionárias: e na Itália, como vai o projeto nacional sobre essas células?)

Autor: D. Néri

Revista: Bioetica – Rivista Interdisciplinare 2003, 4: p. 643-9

Abstract:
Il 19 novembre 2003 iI Parlamento dell'Unione europea ha approvato che Ia ricerca sulle cellule staminali embrionali potesse accedere ai fondi pubblici. Viene ricostruito il dibattito al riguardo e si chiedono chiarimenti circa Ia situazione in Itália

(Comentado por: Marco Segre, Professor do Departamento de Medicina Legal, Ética Médica e Medicina Social e do Trabalho da FMUSP

Resumo/comentário: O parlamento europeu aprovou, no dia 19 de novembro, a possibilidade de a pesquisa relacionada a células-tronco embrionárias contar com o patrocínio de fundos públicos – o que veio a fortalecer os debates nessa área, já que a posição contraria frontalmente à política que vigora nos EUA.

Neste editorial, o autor quer saber como vai se desenrolar a questão em território italiano.

Há um relatório crítico das decisões do Parlamento europeu e da Comissão Nacional de Bioética (Itália), referente à utilização de células estaminais a partir de "embriões excedentes" resultantes da prática da reprodução assistida. O autor menciona a data de 19 de novembro de 2003 ("data auspiciosa") quando o Parlamento europeu aprovou essa utilização.

Discorre depois sobre os adiamentos da implementação dessa decisão no próprio Parlamento europeu, produzindo uma reversão da postura da Itália com relação a essas pesquisas – tudo isso no decorrer dos últimos três anos. Refere-se às influências políticas – alicerçadas nas posições de grupos de forte presença católica – no sentido de dificultar o acesso dos pesquisadores aos fundos financiadores dessa sorte de experimentos.

Ele marca ainda o discutível peso de um "famoso discurso de George Bush", de 9 de agosto de 2001, no sentido de vincular os rumos da pesquisa estadunidense à européia, formulando ainda críticas à política na pesquisa dos EUA, onde umas poucas grandes empresas detêm o monopólio no setor.

Enfim, trata-se de um editorial do notável Prof. Demetrio Neri, questionando a política conservadora traçada na Itália, com relação à utilização de células estaminais a partir de embriões não implantados, contrariando, inclusive, as linhas que vão sendo adotadas em outros países da Europa).

Veja o índice completo desta edição da Bioetica – Rivista Interdisciplinare


Esta página teve 402 acessos.

(11) 4349-9983
cbio@cremesp.org.br
Twitter twitter.com/CBioetica

Rua Frei Caneca, 1282 - Consolação - São Paulo/SP - CEP: 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO - (11) 4349-9900 das 9h às 20h

HORÁRIO DE EXPEDIENTE - das 9h às 18h